Arquitetura & Construção Civil Posts

O que é ACM? Quais as vantagens e aplicações desse material?

O alumínio composto, mais conhecido como ACM, é um dos materiais mais utilizados em diversos segmentos do mercado, em especial, para produções de comunicação visual.

É um revestimento de alta resistência composto por duas chapas de alumínio sob tensão e uma de polietileno de baixa intensidade em seu núcleo, conhecido por ser leve, bonito e apresentar inúmeras vantagens aos projetos.

Podemos não perceber, no entanto, temos contato com este material todos os dias. Inclusive, podemos garantir que é praticamente impossível não vermos nada produzido por ACM atualmente, especialmente porque a grande maioria dos estabelecimentos bem sucedidos têm fachadas feitas por este material.

Bancos, farmácias, concessionárias de veículos e famosas redes de fast food, por exemplo, utilizam as fachadas de ACM. Talvez seja por isso que esses estabelecimentos chamem tanto a nossa atenção.

Mas, afinal, o que é o ACM? Como é feito e quais suas aplicações?  Embora seja um material conhecido, devemos aprofundar nosso conhecimento sobre o assunto antes de realizar qualquer projeto.

Assim será possível compreender como usá-lo da melhor forma, quais os cuidados necessários para mantê-lo bonito por mais tempo, quanto é sua vida útil e muitas outras informações importantes.

Se você quer saber essas e outras informações sobre o ACM, acompanhe este conteúdo, porque está recheado de detalhes importantes sobre este material!

ACM: tudo sobre este material

O básico da composição do ACM você já sabe. Mesmo assim, é importante compreender alguns outros detalhes – dado que a grande maioria dos benefícios desse material são decorrentes do tratamento que recebe. 

Então, o ACM é um revestimento em alumínio pintado ou anodizado – um processo em que as chapas são imersas em um banho eletrolítico. 

Além disso, suas duas chapas de alumínio e o núcleo termoplástico de polietileno de baixa densidade são colados por meio de um procedimento sofisticado que envolve adesivos químicos a altas temperaturas.

O resultado desses procedimentos é um material com excelente uniformidade, resistência e qualidade estética.  É dobrável, flexível, resistente, conta com fácil limpeza e manipulação. 

O ACM pode durar até 5 anos, já que não sofre facilmente desgastes com o tempo. Sendo assim, é uma opção que se destaca no mercado, muito melhor do que outros materiais disponíveis.

É de imaginar que tenha diversas aplicações, o que é verdade. Você pode usá-lo em varandas, túneis, fachadas comerciais, painéis publicitários, coberturas, em recepções, pilares, marquise, tótens, logotipo, testeiras, itens de PDV e muito mais. 

Fora seus próprios atributos, o ACM também pode receber LED, texturas e formatos diversos. É um material que se adapta facilmente às necessidades de cada projeto. Inclusive, o ACM se tornou um queridinho dos designers de interiores.

Isso porque ele está sendo aplicado em inúmeros projetos de lojas e restaurantes modernos, para trazer um ar de novidade, pontos de cor e outras texturas para a decoração dos ambientes. 

É um material que permite personalização

O ACM é feito com lâminas de alumínio de diferentes espessuras de acordo com cada projeto (assim como os métodos de acabamento, pintura e modelagens). Além disso, é possível personalizá-los de artes e layouts exclusivos, com formas e medidas únicas. 

Sendo assim, é uma ótima alternativa para empresas e projetos comerciais que precisam realizar fachadas. 

Essa condição personalizável do material é um grande diferencial, porque o qualifica como uma das melhores soluções para criação de revestimento para fachadas comerciais e residenciais – além de outros itens de comunicação visual, produtos de PDV, placas de sinalização e projetos especiais. 

Outro ponto importante é a manutenção desses materiais. É prática, rápida e pouco custosa.

Entenda como funciona esse outro grande diferencial do ACM.

Como a manutenção do ACM é feita

Como dissemos, o ACM é um material resistente. Por este motivo, dificilmente quebrará ou precisará de consertos. 

O único cuidado relacionado a ações preventivas que as pessoas devem ter é a limpeza, que é super simples de fazer.

Essa limpeza pode ser feita com água e sabão neutro. Será preciso molhar o material e depois aplicar essa mistura em movimentos circulares com buchas ou  esfregões macios. 

Depois é só deixar o material secar com o tempo. Se for necessário remover algum resíduo mais difícil, o mais indicado é utilizar o álcool isopropílico, que é fácil de ser encontrado.

Ou seja, é uma manutenção simples e fácil, que não exige a contratação de pessoas experientes no assunto – o que sai mais em conta do que a manutenção de outros materiais.

Onde comprar ACM? Na Actos!

Na Actos você encontra esse material e muitos outros. Somos especializados na distribuição de produtos semi-acabados e acabados como chapas termoplásticas de policarbonato compacto, telhas de policarbonato, policarbonato alveolar, acrílico, PVC, PS, entre outros.

Oferecemos a confiança que empresas precisam para comprar materiais exigidos em projetos comerciais e residenciais. Conte com a gente! Entregamos para todo o Brasil de forma rápida, segura e confiável.

Nosso atendimento é formado por profissionais especializados para que todos sintam-se à vontade em contatar nossa equipe para tirar suas dúvidas e encontrem as soluções que precisam.

ACM: Este material exige manutenções constantes? Entenda!

O ACM está em alta no mercado, sendo amplamente utilizado no segmento de comunicação visual. Pode não ser um material muito conhecido pelo nome, mas é muito popular pelo seu acabamento, qualidade estética e facilidade de manutenção.

É, de fato, um material inovador que está se consolidando como a melhor alternativa para projetos de comunicação visual, especialmente para a criação de fachadas imponentes e bem elaboradas de estabelecimentos comerciais (ou até mesmo residenciais).

Esse revestimento pode ser usado de inúmeras formas além das fachadas de estabelecimentos, como em: recepções, postos de gasolina, em campanhas de PDV, sinalizadores e outros.

O sucesso desse material pode ser explicado por diversos fatores, os quais vamos conhecer em detalhes a seguir. No entanto, o principal é a facilidade de manutenção. Essa é uma preocupação comum, dado que muitas vezes não temos tempo e recursos suficientes para manter materiais que exigem manutenções constantes.

A praticidade é uma prioridade atualmente. Sendo assim, uma das dúvidas mais frequentes sobre ACM é: esse material exige manutenções constantes? 

A resposta é simples, clara e objetiva: não. 

O ACM exige cuidados básicos, fáceis de serem feitos e muito práticos. Confira quais são as manutenções necessárias e outros fatores importantes sobre esse material.

O que é ACM? Qual sua composição e benefícios? Esclarecemos tudo isso e muito mais ao longo deste conteúdo!

ACM: o que é e quais são as manutenções necessárias

Material Composto de Alumínio (Aluminum Composite Material), mais conhecido pelo acrônimo ACM, é amplamente conhecido por seus benefícios e aplicações. Sua composição é diferenciada de tudo que há no mercado, por isso tem grande destaque na produção de fachadas, marquises, coberturas, PDV, entre outros produtos.

O material é composto por duas chapas externas de alumínio tratadas e uma chapa de polietileno no meio. Em sua composição há um núcleo termoplástico de pouca densidade e grande nível de qualidade – o que oferece diversos diferenciais para o ACM. 

O conjunto de todos esses fatores gera um material de chapa leve, durável, forte e altamente resistente. Além de ter excelente uniformidade, beleza e maleabilidade. Isto é, por serem termoplásticos (maleáveis quando expostos a altas temperaturas e rígidas quando estão em baixas temperaturas), podem ser dobrados ou curvados.

Sendo assim, o ACM pode ser produzido em vários formatos, ampliando a suas alternativas de aplicações. Podem ter elementos cilíndricos, de formas geométricas variadas ou planas, por exemplo.

As chapas de ACM podem ter espessuras variadas de acordo com cada projeto, o que impacta nos indícios de conforto térmico e sonoro do local. Além disso, elas podem ter acabamentos e pinturas diferentes, imitando madeira, metal e cores variadas.

Todas essas vantagens tornam a chapa de ACM um dos materiais mais utilizados no mundo. Outro ponto super importante é a manutenção do material, que é simples, rápida e prática. Saiba quais os cuidados necessários!

O ACM exige manutenções?

Um dos pontos mais considerados na hora de selecionar o material utilizado nos projetos é a manutenção. 

As pessoas preferem aqueles que não dão trabalho no dia a dia e tampouco exigem a contratação de profissionais capacitados para manutenções constantes. 

Suas características também são responsáveis pela grande procura no mercado, especialmente para a produção de fachadas, itens de PDV, coberturas e outros produtos que ficam expostos ao público e precisam estar sempre bonitos (afinal, uma fachada feia, quebrada ou danificada não atrai cliente nenhum para o comércio – pelo contrário, só afasta). 

O ACM, portanto, é a alternativa mais indicada, dado que exige apenas um cuidado ao longo do tempo: a limpeza.

Por ser um material resistente ao clima e outras intempéries, dificilmente quebrará ou precisará de consertos. A limpeza será o único cuidado especial que as pessoas precisarão ter com o ACM e mesmo sendo só isso, não é um processo que precisa ser feito toda semana. A empresa deve entender quando essa manutenção é necessária ao visualizar o material. 

A recomendação é que, dependendo das condições climáticas da região, as limpezas sejam feitas a cada 6 meses. Há casos que exigem um ciclo mensal, porém, outros cenários são tão favoráveis que podem ser feitos apenas 1 vez ao ano.

O melhor de tudo é que você não vai precisar de produtos químicos específicos, já que o material requer lavagens apenas com água e sabão. 

A pessoa responsável por isso deve molhar o ACM e passar essa mistura com buchas ou esfregões macios que estejam umedecidos em movimentos circulares.

Depois, basta jogar água novamente e deixá-la secando com o tempo. Agora, para remover resíduos mais difíceis, o mais indicado é utilizar o álcool isopropílico, que é fácil de ser encontrado.

Viu? Praticidade é um dos diferenciais mais importantes do ACM. Um material com excelente custo-benefício e qualidades para o setor de comunicação visual.

Conheça a Actos

Somos uma distribuidora de diversas chapas termoplásticas e outros materiais há anos, o que fez da Actos uma referência neste segmento. 

Para projetos com ACM, conte com os nossos serviços!

Enviamos produtos para todo o Brasil! Temos entrega rápida, segura e altamente confiável. 

Confira nossos diferenciais e soluções em nosso site. Nosso atendimento está disponível para atendê-lo da melhor forma!

ACM: confira as propriedades desse material fundamental para a construção de fachadas comerciais

O ACM é o material mais recomendado para fachadas comerciais. No entanto, empreendedores acreditam que este é um investimento desnecessário – o que é um erro muito grande.

O primeiro ponto sobre o tema é que as fachadas comerciais são fundamentais para qualificar a comunicação das empresas, passar uma mensagem ao público e atrair clientes. 

Elas valorizam uma marca, produto ou serviço e embora muitos não vejam desta forma, são investimentos que podem trazer um grande retorno.

Uma fachada bem feita e apresentável tem impacto direto nas vendas e lucro de um estabelecimento comercial. É o que diz uma pesquisa encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo (ABIESV). 

Segundo este estudo, mais de 60% dos entrevistados disseram que as fachadas são essenciais para identificar uma loja. Então, pense em um centro comercial ou shopping, o que difere uma marca da outra, primeiramente, é a fachada do local.

59% das pessoas avaliam se o estabelecimento parece confiável, tem produtos de qualidade e se identifica com o comércio por meio da fachada. Isto é: por meio deste recursos, os consumidores compreendem se se identificam com a loja ou não. 

Por fim,  57% dos entrevistados indicam que decidem se vão entrar ou não em um comércio ao olharem a fachada do lugar. Ou seja, a grande maioria das pessoas só entram em um estabelecimento se a fachada lhes agradar.

O que essa pesquisa revela é muito mais impactante do que meros números sobre o hábito do consumidor. Na realidade, ela mostra como as fachadas passam uma mensagem ao público, como os seres humanos são visuais e como a identidade visual de uma marca tem alto poder de persuasão.

Portanto, o estudo revela o quão importante é montar uma fachada bonita, atraente e que reflita os valores da empresa. Como dissemos, não são apenas letreiros e vitrines, são oportunidades de negócio, de aumentar o tráfego de pessoas e o fortalecimento de uma marca no mercado – e na cabeça dos consumidores.

Muitas vezes, lembramos como a fachada de uma loja é, mas não recordamos o seu nome. Sobretudo, se for uma fachada bonita, realmente diferenciada das demais. 

O segundo ponto, tão importante quanto o primeiro, é que uma fachada só é vantajosa se for feita com materiais de qualidade, como o ACM. Se não, pode trazer um resultado diferente do esperado – afastando clientes ao invés de atrair mais pessoas para o comércio.

O ACM é o material mais utilizado no mercado para a produção de fachadas para empresas de todos os segmentos e nós vamos explicar o porquê de tanto sucesso. 

A seguir, confira como realizar uma fachada impecável com ACM e garantir um ótimo retorno com esse investimento.

ACM: o único material que pode garantir uma fachada lucrativa

Do mesmo jeito que as fachadas têm o poder de alavancar as vendas de um comércio, elas podem afastar clientes da loja. Uma fachada feia ou mal cuidada, por exemplo, passa uma mensagem desagradável ao público.

Muitas pessoas vão olhar a fachada e vão se sentir desconfortáveis, sem confiança e identificação para com aquele lugar. Além de que vão preferir entrar em outra loja, a qual tem uma fachada mais bonita e atraente.

Na grande maioria dos casos, não é algo que pensamos, é uma ação automática ditada pelo nosso autoconsciente. Então, empresas que desejam construir uma fachada comercial lucrativa precisam apostar em materiais bonitos, de qualidade e que não exijam manutenções constantes.

No mercado, há somente um material que se enquadra tão perfeitamente em todos esses requisitos para fachadas, o ACM. Este componente tem propriedades perfeitas para o uso em comércios de rua, em centros comerciais e shoppings.

Confira seus benefícios para as fachadas!

É o melhor aliado das fachadas comerciais: entenda!

O Aluminum Composite Material, traduzido para Alumínio Composto em português, mais conhecido como ACM é formado por duas lâminas de um elemento metálico com núcleo de polietileno de baixa densidade.

É um material leve, com alta resistência a intempéries e ações do clima (fundamental para fachadas que ficam expostas ao ar livre), ótima durabilidade, tem fácil instalação e excelente custo benefício.

Todos esses pontos positivos são importantes e devem ser levados em consideração. A fachada ficará bonita por mais tempo com este material por valores acessíveis. 

No entanto, as vantagens mais especiais do material alumínio composto são referentes à beleza do material e, consequentemente, das fachadas de ACM. Elas são vibrantes, brilhantes e oferecem alta nitidez.

O que é importante para empresas que optam por desenhos e logos nas fachadas. Além disso, este material pode ser pintado e decorado de forma como o empreendedor desejar – é muito versátil. 

É, de fato, a melhor alternativa para fachadas comerciais. Elas podem ser limpas com água e sabão neutro sem maiores dificuldades. Mantê-las sempre bonitas é muito simples, o que é fundamental!

ACM é na Actos

A Actos é referência na distribuição e comercialização de chapas de ACM no Brasil. Contamos com entrega rápida, segura, um atendimento pronto para sanar dúvidas e o melhor custo-benefício do mercado.

Acesse nosso site para mais informações sobre as chapas de ACM da Actos!

Policarbonato: conheça os dois tipos do melhor termoplástico do mercado

Policarbonato é um dos principais polímeros do mercado, junto com o Poliamida (PA) e Poliacetal (POM). É um termoplástico obtido por meio da polimerização, processo em que pequenas moléculas são ligadas para formar macromoléculas – também conhecidas como polímeros. 

Esse material é produzido por resinas de carbono, resultado de uma reação entre bisfenol e gás fosgênio. Na sua composição, há anéis aromáticos na cadeia principal da molécula que o tornam um material rígido e amorfo (sem forma).  

Por mais que pareça difícil, entender a composição deste material é importante para compreender suas vantagens e aplicações. O policarbonato se parece muito com o vidro quando em chapas lisas.

No entanto, são mais resistentes e transparentes do que esse produto. O fato é que o policarbonato está se popularizando no mercado e cada vez mais projetos utilizam esse material.

Este sucesso se dá pelos diversos benefícios que o policarbonato oferece aos ambientes. Além de ser versátil, possibilitando uma ampla gama de aplicações, como em telhas, chapas e outras formas.

O PC, como também é chamado, pode ser encontrado em diferentes cores, pela sua própria composição – desde as translúcidas, até as opacas sólidas. A qualidade estética deste material tem um nível elevado, ainda mais quando comparadas a outras do polímeros de engenharia.

Muitos vão procurar por este material no mercado e encontram dois principais tipos de policarbonato, o compacto e o alveolar. Saber a diferença entre eles é fundamental para conseguir projetos de alta qualidade.

A seguir, saiba mais sobre o policarbonato, quais os diferenciais entre os principais tipos desse material e suas aplicações. Também abordaremos outros modelos de policarbonato disponíveis na Actos.

Acompanhe.

Confira tudo que precisa saber sobre este material

O policarbonato foi produzido pela primeira vez entre os anos de 1898 e 1930. No entanto, ele não foi comercializado, dado que apresentavam alguns problemas, como a alta sensibilidade à degradação pela água. 

Em 1956 a Bayer desenvolveu uma resina termorrígida parecida, só que sem os problemas citados. Em 1958, a marca começou a comercializar o policarbonato. Desde então, o produto foi evoluindo e ganhando diversas aplicações.

Hoje em dia, são usados em projetos de prefeituras, como em pontos de ônibus e metrô, por exemplo. Também são encontradas em projetos de casas, condomínios e estádios de futebol, jardins, em pergolados, áreas gourmets, corredores, terraços e diversos outros espaços.

Também é um produto forte no segmento automotivo e industrial, usado em telas de proteção e até mesmo nas janelas dos automóveis. Como mencionamos, é um produto extremamente versátil, podendo ser ótimos substitutos para portas, divisórias de ambientes, toldos, coberturas e outras soluções. 

Entre os principais benefícios deste material estão a resistência, baixa absorção a umidade, é econômico, proporciona conforto térmico e acústico aos ambientes, é resistente à chamas em casos de incêndios, tem alta durabilidade (cerca de 5 anos) e ótima qualidade estética.

Outra característica muito interessante é: este material não exige muitas manutenções. Continue acompanhando e conheça as diferenças entre os tipos de policarbonato para entender qual é o melhor para o seu projeto. 

Policarbonato compacto e alveolar: quais as diferenças?

Esses dois modelos são os mais conhecidos de policarbonato – embora não sejam os únicos. O policarbonato compacto é o mais nobre encontrado no mercado.  É um produto leve, resistente e com ótima qualidade óptica. 

Este material é o que mais substitui o vidro, pois proporciona uma alta iluminação natural. São utilizados em coberturas, piscinas, clarabóias, displays, domus, no enclausuramento e proteção de máquinas, escudos anti-tumulto, viseiras de capacete e muito mais. 

Já o policarbonato alveolar tem cavidades ocas, o que o torna a opção mais leve deste material. É resistente, tem tratamento UV para garantir maior vida útil e proporciona boa luminosidade aos ambientes. 

O seu benefício mais atraente é a economia. A chapa de policarbonato alveolar é a mais acessível do mercado e pode ser usada em diversos tipos de projetos, como em divisórias, domus, estufas, fechamentos verticais, forros, gazebos, jardim de inverno, passarelas, pergolados e toldos.

Ambas as alternativas são boas, mas elas apresentam algumas características diferentes. Por isso, a escolha de qual material usar deve seguir as prioridades e necessidades de cada projeto.

Embora estes sejam os mais conhecidos, ainda há outros modelos de policarbonato. Confira!

Policarbonato corrugado e prismático

Na Actos, oferecemos mais dois tipos de policarbonato, que é o corrugado e o prismático. Estes modelos são menos conhecidos no mercado, mas igualmente vantajosos para determinados projetos.

As chapas de policarbonato corrugado são mais finas que os demais tipos e seu principal diferencial é o apelo visual. A beleza desse material é indiscutível e por ser mais fino, também tem um ótimo custo-benefício.

Essas chapas contam com tratamento UV em uma das faces, tem alta durabilidade e podem ser usadas em gazebos, garagens, jardins internos, toldos, pergolados, estufas e muito mais.

Já o policarbonato prismático conta com prismas em um dos lados da chapa. Com essa característica, esse tipo de chapa  é excelente para projetos que têm como prioridade transmitir e difundir a luz – é o melhor material para aproveitar a luz natural!

Também é leve, resistente a intempéries e com excelente qualidade estética. É utilizado principalmente em coberturas e domus. 

Chapas de policarbonato estão na Actos

A Actos é referência na distribuição e comercialização de chapas termoplásticas no Brasil. Oferecemos os mais diversos modelos de policarbonato para nossos clientes, incluindo as telhas desse material.

Compre com a gente. Contamos com entrega rápida, segura e um excelente atendimento para tirar suas dúvidas. Acesse nosso site ou entre em contato agora mesmo!

Policarbonato ou vidro: qual o melhor material para meu projeto?

É comum que as pessoas tenham dúvidas sobre qual material usar em seus projetos. São tantas opções diferentes que realmente fica difícil escolher. Quando o assunto são coberturas e fachadas translúcidas, a principal pergunta é: melhor usar vidros ou policarbonato?

Por serem semelhantes, ambos os materiais são boas opções, embora cada um tenha características e benefícios diferentes. 

O ideal é entender os diferenciais do vidro e policarbonato para saber qual o mais indicado para seu projeto. 

As coberturas não servem somente para aprimorar a decoração. São essenciais para proteger ambientes e móveis de chuvas e raios solares, além de proporcionar mais conforto térmico, acústico e muito mais.

Existem coberturas coloridas, com texturas ou transparentes – que são as mais famosas. Isso porque além de todos os outros benefícios, as coberturas transparentes permitem que a luz entre no ambiente, deixando-o mais confortável, iluminado e agradável durante os dias.

Durante o projeto desses itens, é comum que as pessoas pensem imediatamente nos vidros. Mas será que são as opções mais adequadas? Será que são as únicas que garantem benefícios? O mercado oferece diversos materiais tão bons quanto, ou até mesmo melhores para coberturas.

É o caso do policarbonato, um material resistente, transparente e muito vantajoso.

Conheça-o melhor para avaliar qual a alternativa mais indicada para seu projeto. Confira também algumas características dos vidros para entender se é ou não o material ideal. Acompanhe!

Vidro ou policarbonato: qual escolher?

Vale ressaltar que as coberturas podem ser usadas em garagens, sacadas, áreas externas com piscinas, terraços, pergolados, jardins de inverno ou qualquer outro ambiente que exija alguma cobertura – mesmo que parcial (como passagens, corredores, entre outros). 

Para todos esses ambientes, é possível usar tanto o vidro quanto o policarbonato e terá bons resultados. Então, vamos às características de cada material para escolher o que mais te agrada. 

Características do vidro

O vidro é um dos mais conhecidos e procurados no mercado. É uma excelente opção e muito bonita também. Porém, tem maior peso – o que exige uma estrutura de apoio mais reforçada para suportá-lo. 

Tem outras vantagens? Claro que tem: boa durabilidade, resistência à abrasão e facilidade na hora da limpeza.

Ainda que proporcione esses benefícios, o vidro é muito frágil. Por esse motivo costuma ser mais caro. Inclusive, essa característica faz com que seu transporte também seja mais delicado para evitar imprevistos durante o caminho.

Quem opta por realizar projetos com vidro, tem diferentes opções de material. É possível encontrar vidros fumê, verde, foscos, translúcidos e outros. 

Características do policarbonato

Já o policarbonato é uma opção menos conhecida que ainda está se popularizando – até porque apareceu no mercado muito depois dos vidros.

O vidro foi inventado a mais de 7 mil anos atrás, enquanto o policarbonato só foi aparecer durante a Segunda Guerra Mundial.

O policarbonato é um tipo de polímero. Isso é, um material criado a partir de resinas de carbono. É do mesmo grupo dos plásticos, mas com resultados e aplicações diferentes.  

É um material moldável (quando exposto a altas temperaturas), incolor, transparente e tem propriedades termoplásticas. Em razão da última característica citada, é possível encontrar chapas, telhas e outros itens feitos com policarbonato.

Ainda que pareça muito com o vidro quando está em sua forma lisa, os materiais em policarbonato são cerca de 250 vezes mais resistentes.

Essa opção também apresenta diversos benefícios como alta resistência, boa durabilidade e praticidade (principalmente quando se trata do transporte, instalação e manutenção do material). 

E tem mais! Esses materiais são mais translúcidos do que vidros e contam com proteção contra raios ultravioleta – o que torna o policarbonato uma ótima alternativa para tornar o local mais seguro e confortável. Por isso é o material ideal para jardins internos (de inverno), já que é capaz de proteger as plantas e flores do local.

Tendo essas informações, fica fácil de perceber que projetos com policarbonato proporcionam conforto térmico e acústico dos ambientes. 

As chapas de policarbonato podem ser encontradas em diversas cores – como as translúcidas, verdes, azuis, amarelas e muitas outras possibilidades. Isso nos leva a mais um ponto positivo que não poderia ser esquecido: é versátil!

Como saber quando usar policarbonato?

Acreditamos que o policarbonato é o material ideal para dezenas de projetos e asseguramos a sua qualidade em proporcionar todos os benefícios mencionados.

Ainda assim, aconselhamos que você consulte seu arquiteto ou designer quando antes de tomar sua decisão final. 

Tendo o sinal verde do profissional escolhido para conduzir o seu novo projeto, chega o momento de procurar um fornecedor de confiança!

Onde encontrar?

Existem diversas empresas que oferecem os mais variados tipos deste material. Contudo, o ideal é comprar em lojas e distribuidoras realmente confiáveis para usufruir de todos benefícios com segurança. Ou seja, somente produtos qualificados realmente garantem tudo que apresentamos.

Policarbonato é na Actos!

Como dissemos, o ideal é contar com empresas distribuidoras das chapas de policarbonato de confiança. A Actos que atua desde 1997 na distribuição de produtos semi-acabados e acabados (como chapas termoplásticas de policarbonato compacto, telhas de policarbonato, policarbonato alveolar, acrílico, PVC, PS, PSAI, PETG, entre outros).

Ou seja, temos a variedade e confiança que você precisa para seus projetos! Nossa empresa é certificada ISO 9001 – Bureau Veritas. Além de produtos de qualidade, oferecemos um atendimento personalizado acompanhado por profissionais especializados que estão dispostos a tirar suas dúvidas e encontrar a melhor solução para sua obra.

Entre em contato! Tire suas dúvidas e adquira o material ideal para seus projetos.