Kátia Martins Posts

Conheça os tipos de fitas de demarcação de solo (fitas de sinalização)

Conheça os tipos de fitas de demarcação de solo (fitas de sinalização)

Organização e Segurança para muitas situações!

As fitas para demarcação do solo  conhecidas também como fitas de sinalização, são encontradas no mercado em várias opções de cores fortes e intensas para fazer contraste absoluto com o local de aplicação. 

A cor mais utilizada é a amarela, ou “zebrada”, aquelas que alternam faixas inclinadas amarelas com pretas. São cores que indicam a necessidade de atenção e cuidado!

Esse produto tornou-se comum à medida que os especialistas em segurança encontraram a necessidade de avisar, através de comunicação visual, sobre riscos ou perigos em ambientes de uso coletivo e público.

Outra questão muito importante para o uso das fitas de sinalização é orientar pessoas com deficiência física e neste caso essas fitas são um acessório importante de acessibilidade.

De material resistente ao trânsito de pedestres e veículos, as fitas de demarcação de solo podem ser utilizadas em ambientes internos e externos e são de muito fácil aplicação. 

Para sinalização de filas, locais de acesso, áreas de risco, locais para carga e descarga de passageiros, indicação de locais de uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e para muitas situações que exijam organização e segurança.

Veja abaixo a aplicação das cores para cada situação e certifique-se de estar agindo de acordo com as normas:

  • Branco - Indica locais de circulação por faixas como por exemplo passarelas e corredores, também sinaliza direção e circulação, localização de lixeiras, bebedouros, áreas de socorro e combate a incêndio.
  • Amarelo - As normas de segurança definem o amarelo para indicar cuidado e atenção em locais de risco onde tenham escadas móveis, corrimãos, parapeitos, pisos escorregadios, plataformas de embarque e carregamento e máquinas pesadas como tratores por exemplo. O uso do amarelo combinado com preto é muito comum.
  • Laranja - Identifica riscos que possam ser causados em locais de armazenamento de máquinas que possam se abrir, caixas de proteção de dispositivos elétricos ou riscos com ácidos e abrasivos.
  • Púrpura - Para sinalizar locais de armazenamento de radiação nuclear ou eletromagnética, também identifica locais de aterro contaminados, recipientes radioativos e condições similares a estes.
  • Vermelho - Nas normas de sinalização, o vermelho é a cor que identifica exclusivamente equipamentos e aparelhos de proteção contra incêndio e combate a incêndio como caixas de alarme, hidrantes, bombas, sirenes, extintores, portas de saída de emergência, entre outros.
  • Azul - Para sinalização de cuidado e para indicar a obrigatoriedade no uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual). Também indica o impedimento em movimentação ou atividade no manuseio de algum equipamento como por exemplo, “Não acione o botão”.
  • Verde - Indicação de segurança. O verde é a cor destinada a locais de socorro onde localizam-se macas, atendimento de primeiros socorros, localização de EPI, dispositivos de segurança, locais de avisos e informações de segurança, entre outros.
  • Preto - É a cor que sinaliza os locais de coletores de resíduos, exceto os que estão relacionados a serviços de saúde.

Utilize sempre fitas apropriadas para este fim, pois estas são imunes a descolamento mesmo com o tráfego intenso de pessoas e carros, aceitam lavagem, resistem a produtos abrasivos e suportam às variações climáticas.

As fitas de sinalização além de resistentes, são de fácil remoção e não exigem o uso de qualquer substância especial para serem removidas.

Conheça as normas de segurança para não errar e garantir o correto uso das sinalizações, isso ajudará a organizar e garantir a tranquilidade para muitas situações.

Actos atua a mais de 20 anos na distribuição de fitas adesivas 3M, adesivos industriais e acessórios para atender essas e muitas outras necessidades. Consulte-nos!

Actos, uma Empresa com Certificação ISO 9001

Actos, uma Empresa com Certificação ISO 9001

A Actos é a primeira empresa do segmento a ter certificação ISO 9001 e com isso garante aos clientes e parceiros o fortalecimento de pilares primordiais como: Ética, valorização dos colaboradores, compromisso com o cliente, parceria com bons fornecedores, cordialidade e prazer no atendimento.

Entenda a ISO 9001 – Bureau Veritas

ISO – International Organization for Standardization e Bureau Veritas Quality International é uma entidade internacional responsável pela elaboração de normas, entre elas a ISO 9001 que certifica empresas garantindo excelência na entrega do Sistema de Gestão da Qualidade.

Actos é a primeira empresa do segmento a ter certificação ISO 9001

A ISO 9001:2015 é baseada em oito princípios de gerenciamento da qualidade, que a empresa precisa atender para receber a certificação:

  • Foco no cliente;
  • Liderança;
  • Envolvimento das pessoas;
  • Abordagem de processos;
  • Abordagem de sistema;
  • Melhoria contínua;
  • Tomada de decisões baseadas em fatos;
  • Relações com fornecedores mutuamente benéficas.

No que isso favorece você cliente?

A certificação da ISO 9001 permite a melhoria contínua dos sistemas de gestão da qualidade (SGQ) e dos processos de sua organização. Ela propõe um aumento na excelência de suas operações e no atendimento das necessidades e expectativas dos clientes.

Ao comprar em uma empresa que possui o ISO 9001, você tem a garantia de que o Sistema de Gestão da Qualidade atende aos requisitos obrigatórios, comprovando assim a capacidade da corporação em fornecer produtos de qualidade e certificados.

Entendeu agora por que na Actos você é especial?

CERTIFICADO ISO9001-2015

Saiba mais sobre os tipos de chapas para impressão digital

Saiba mais sobre os tipos de chapas para impressão digital

Aumente a sua lucratividade com a impressão digital em chapas!

As chapas para impressão digital são bem mais baratas e muito versáteis para imprimir diferentes tipos de arquivos com padrões de cores e tamanhos variados. Para arquivos com apenas 90 dpi já é possível realizar a impressão, bem como resoluções maiores que podem chegar a até 2400 dpi.

Essas máquinas de impressões trabalham em superfícies planas e com chapas de material puro para obter os melhores resultados possíveis. Perfeita para atender das menores até as maiores demandas, é possível imprimir apenas uma etiqueta se for necessário. Muito mais liberdade em relação aos processos mais antigos como offset ou silk-screen.

Conheça alguns tipos de chapas para impressão digital:

  • PVC – Material que aceita a impressão digital em sua versão rígida ou flexível com qualidade fotográfica, mas é muito utilizado em lonas de PVC que pode atender sinalização de eventos, cenários de shows e cenografia em geral. Com custo acessível é um material durável e atende ambientes internos ou externos.
  • Poliestireno – A placa PS permite impressão digital direta sobre a chapa em qualquer uma de suas versões produzidas com material virgem. Para painéis, placas de sinalização, displays e muitas outras aplicações, ela obtém um resultado de impressão com qualidade e durabilidade.
  • Policarbonato – É possível a impressão no policarbonato, inclusive para imagens que exigem alta qualidade final como fotografias, marcas ou outras. É uma ótima opção quando se deseja utilizar esse material impresso para revestir equipamentos ou ambientes e torna-los personalizados.
  • Acrílico – Impressão de qualidade para resultados incríveis, o acrílico recebe inclusive impressões de imagens em alta resolução. Ele oferece muita liberdade para criar e dentre muitas aplicações, na comunicação visual ajuda na produção de displays, cenários, totens, gôndolas e muitos outros, podendo inclusive receber cortes especiais para projetos originais e ainda mais criativos.

Como funciona a impressão digital

Popularizado a partir da década de 90, esse método, na prática, muda pouco para a forma como a impressão offset é realizada, já que a parte da inserção de tinta é bastante parecida. O método digital se distancia dos outros por não necessitar de uma matriz para transferir os dados que estão no computador para a chapa. Atualmente são muito usadas impressoras de mesa (Impressora Rígida U.V.) e impressora solvente adaptada para impressão em chapas.

Entre as vantagens da impressão digital está o tempo reduzido para a conclusão de um projeto e o melhor custo de investimento para pequenas demandas.

Em muitos casos, que deverá ser avaliado pela gráfica que vai atender ao seu projeto, é utilizada parte da impressão em offset e outra parte em digital e isso tudo depende do resultado final que se espera.

A Actos só trabalha com materiais de excelente qualidade e uma linha completa em seu catálogo de todos os tipos de placas termoplásticas para impressão digital. Consulte-nos!

Chapa de PSAI muito utilizada na comunicação visual

Chapa de PSAI muito utilizada na comunicação visual

Chapa PSAI, maior produtividade e menor custo ao final do projeto!

A chapa de PSAI Tricamada é um termoplástico e se destaca pela sua capacidade de ser trabalhada de diferentes formas, possui excelente resistência a impactos, pode ser moldada com muita facilidade, resiste a diversas temperaturas e permite usinagem, perfuração e dobra.

A superfície da chapa é feita em material virgem e para a composição final do material existem dois importantes aliados que em conjunto aperfeiçoam suas características:

  • Material reciclado – Utilizado no miolo da chapa, este ajuda a reduzir o custo da produção o que permite compor um material com custo final de comercialização muito mais baixo que outros semelhantes.
  • Borracha – Utilizada para tornar o material 80% mais resistente a impactos do que o vidro e ainda permite manter essas propriedades mesmo quando a chapa é submetida a temperaturas extremas – altas ou baixas.

Sobre a chapa de PSAI ser um termoplástico, este é um grande benefício, pois permite mobilidade, flexibilidade e leveza. 

Essas características tornam o material versátil e é uma escolha perfeita para diversas aplicações que necessitam passar pelos mais variados tipos de processos como impressão, adesivagem, termoformagem ou corte.

Poliestireno (PSAI) tricamada é muito utilizado na comunicação visual, como ações promocionais e materiais para exposição na parte interna das lojas e embora seja um material opaco, a chapa de PSAI pode ser produzida em diferentes cores, o que reduz ainda mais o custo final e o tempo para realizar acabamentos ao final da produção.

Veja abaixo as principais aplicações da Chapa PSAI Tricamada:

  • Displays de produtos em geral
  • Placas de sinalização interna
  • Materiais de PDV (displays de ponto de venda)
  • Impressões gráficas (off set, serigrafia e UV)
  • Brindes promocionais
  • Crachás
  • Embalagens de produtos

Actos a mais de 20 anos distribui produtos semi-acabados e acabados como as chapas termoplásticas PSAI Tricamada e possui uma linha completa para atender os mais variados tipos de projetos. Consulte-nos!

Chapas Termoplásticas, suas Características e os Tipos de Aplicações

Chapas Termoplásticas, suas Características e os Tipos de Aplicações

Para diversos tipos de aplicações e para o uso industrial na fabricação de muitos produtos, os termoplásticos são úteis desde a fabricação de simples bolsas de praia até materiais resistentes para a construção civil e além disso é um material que pode ser reciclado. Sustentabilidade é o primeiro grande benefício das chapas termoplásticas.

As chapas termoplásticas são feitas de um tipo de plástico cuja estrutura mais rígida possibilita a fabricação de variados tipos de produtos. São versáteis, leves, garantem resistência e facilidade no manuseio.

Existem diferentes tipos de termoplásticos e todos com características bem distintas que se diferenciam em razão da cor, densidade e textura, porém essas diferenças acontecem após passarem pelos processos industriais de transformação do produto uma vez que os polímeros termoplásticos partem sempre do mesmo princípio em sua composição inicial.

Produzidas com polímero artificial que requer tecnologia sofisticadas, os termoplásticos ao entrarem em contato com altas temperaturas podem ser moldados com muita facilidade, garantindo a nova forma ao entrar posteriormente em contato com a baixa temperatura.

Conheça abaixo os tipos de chapas termoplásticas:

  • Acrílico – Poli Metil Metacrilato, é um dos termoplásticos mais nobres encontrados no mercado. Pode ser moldado para a fabricação de produtos, mas é também muito utilizado na comunicação visual. Os dois tipos principais são o Cast e o Extrudado, que se diferenciam apenas pelo processo de produção e adquirem características ligeiramente diferentes, sendo o Cast o mais resistente deles.
  • Policarbonato – Desenvolvido através da reação entre o bisfenol e o gás fosgênio, é um material extremamente resistente e é um substituto à altura dos vidros na construção de coberturas residenciais, comerciais e industriais. Oferece ótima transparência, leveza, resistência e flexibilidade para atender a variados projetos. Disponível nas opções de Policarbonato Alveolar, Compacto e Corrugado.
  • Polietileno – Disponível em cinco tipos e variações: Alta densidade (PEAD), Baixa Densidade (PEBD), Linear de Baixa densidade (PELBD), Ultra alto peso molecular (PEUAPM) e Ultra baixa densidade (PEUBD). É um material resistente ao impacto, oferece alta flexibilidade e estabilidade térmica. É muito utilizado na fabricação de embalagens flexíveis como filmes laminados, embalagens para produtos farmacêuticos, entre outros, mas também é um material que está presente na fabricação de brinquedos, utensílios domésticos, fraldas descartáveis e mais uma infinidade de produtos.
  • Poliestireno – Um termoplástico de alta rigidez e transparência que se assemelha ao vidro, o poliestireno tem a vantagem de ser muito mais leve. Conhecido por PS, é encontrado nas opções de PSAI (poliestireno de alto impacto) que é muito utilizado na área da comunicação visual, é opaco e pode ser produzido em cores diferentes sem a necessidade de acabamentos posteriores, e o PS (poliestireno standard) que é mais frágil ao impacto e está disponível nas versões cristal, leitoso e martelado, oferece preço muito acessível e é muito utilizado em ações promocionais e até mesmo para forros de elevadores e para substituir o acrílico leitoso.
  • Polipropileno – O PP como é popularmente conhecido, possui baixa densidade, mas por outro lado é que possibilita a fabricação de peças com dobras e pode ser trabalhado em diferentes formas através de injeção, extrusão e termoformagem. É atóxico, oferece fácil moldagem e coloração e baixa absorção de umidade. Suas aplicações são muito variadas, mas alguns exemplos são a fabricação de tanques, brinquedos, caixas para bebidas, embalagens para alimentos e cosméticos, tampas para frascos, estojos para óculos e muito mais.
  • PVC – Um material originário do petróleo, possui alto teor de cloro e ao contrário do que se acredita, é o material com menor risco de incêndio. Muito utilizado em sinalizações, inclusive de rota de fuga, mas também é o material que fabrica tubos, forros, capas para celulares, calçados, cartões e muitos outros produtos. É atóxico, o que permite ser aplicado em produtos médico hospitalares, embalagens de alimentos e brinquedos. Disponível nas opções de PVC semi-rígido e PVC expandido, sendo este segundo muito utilizado na área da comunicação visual e arquitetura.

Na Actos você encontra uma linha completa de materiais termoplásticos e em caso de dúvidas vamos lhe apresentar a melhor opção para as suas necessidades. Somos uma empresa Certificada pela ISO 9001 e oferecemos produtos de qualidade com atendimento personalizado.